Posts Tagged ‘ Pico do Jaraguá ’

Pico do Jaraguá no Mapa das Sensações de SP

Em pesquisa realizada com mais de 2,5 mil pessoas visitantes e moradoras da cidade de São Paulo, a SPTuris lançou no último dia 24 de novembro o Mapa das Sensações de São Paulo.

O Mapa das Sensações começou com a indicação dos entrevistados dos lugares da capital que remetessem a cada um dos 5 sentidos – Visão, Audição, Tato, Paladar e Olfato. Dessas indicações, 100 foram os mais citados e 20 os mais votados.

Na segunda etapa da pesquisa, os 20 lugares mais votados foram visitados por turistas que mediram suas sensações e através delas se formou o Mapa das Sensações, que traduz o que São Paulo tem de melhor.

O Parque Estadual do Jaraguá foi um dois mais votados pelos entrevistados e está na publicação – com tiragem inicial de 195 mil exemplares – que será entregue em táxis, hotéis, albergues e centrais de informações turísticas da cidade.

Conheça mais desse projeto pioneiro no Brasil, realizado pela SPTuris no site http://www.mapadassensacoes.com.br.

Fonte: Mapa das Sensações – SP Turis / Prefeitura de SP
null

Anúncios

Trilhas de SP ganham guia com 40 atrações em 19 áreas protegidas


JULIANA VENTURA
da Revista da Hora

Quem gosta de fazer trilhas e praticar ecoturismo e não quer sair do Estado para achar um passeio legal não tem com o que se preocupar. Só o projeto Trilhas de São Paulo lista 40 trilhas, em 19 áreas protegidas, que estão em bom estado de conservação e dentro dos padrões de sinalização estabelecidos pela Fundação Florestal, da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

Há opções para quem não quer ir longe da capital e para quem pretende fazer uma visita mais longa ao interior ou ao litoral.

Lançado no ano passado, o programa ganhou mais um incentivo. Agora, o passaporte Trilhas de São Paulo –um guia que traz mapas e informações sobre os passeios– pode ser adquirido pela internet (intranet.seade.gov.br/publishop). São R$ 5 mais o frete. O livreto também pode ser comprado em qualquer parque e na sede da Secretaria do Meio Ambiente (mais informações na página www.ambiente.sp.gov.br).

Quem utiliza o passaporte (a taxa de entrada nos parques não está inclusa) ganha brindes. “A cada trilha, o livro, que divide as trilhas por graus de dificuldade, é carimbado”, explica Anna Carolina Lobo, uma das organizadoras do projeto. Ao completar o primeiro nível, o prêmio é um squeeze; já no nível médio, um porta-squeeze. Para o nível alto, o brinde é uma mochila. “Quem fizer tudo recebe uma camiseta feita com fibra de PET reciclado.”

O dinheiro arrecadado vai para o fundo de conservação dos parques. “Para o fim deste ano, está previsto o lançamento de um passaporte de trilhas subaquáticas.” Dos passeios do livro, dois estão suspensos: o rafting no rio Paraibuna, que deve voltar no segundo semestre, e a trilha do Corisco, sem previsão de retomada.

Cuidados

A recomendação antes de fazer qualquer trilha é prestar atenção ao nível de dificuldade. Quem não tem experiência ou sofre de problemas de saúde deve fazer uma avaliação médica. Uma boa dica de segurança é andar sempre em grupos, principalmente nas trilhas mais difíceis, e procurar a orientação de um monitor. Segundo os parques, ligar antes para saber condições climáticas e restrições é recomendável.

Para caminhar nos arredores da capital

Trilha do Pai Zé (nível de dificuldade alto)
Extensão: 3,6 km (ida e volta)
O que ver: ponto mais alto da cidade de São Paulo
Diariamente, das 7h às 16h30. No Parque Estadual do Jaraguá (r. Antonio Cardoso Nogueira, 539, São Paulo, tel. 0/xx/11 3945-4532). Há o limite de 45 pessoas. Grátis.

Adaptação da Folha Online. [Clique para saber as demais atrações].

Com ouro do Jaraguá

A revista Veja São Paulo dessa semana (03/12/08) publicou o seguinte artigo na seção de “Mistérios da Cidade”.

Com ouro do Jaraguá

Estas moedas de ouro de 4 cruzados, produzidas em Portugal em 1643, podiam comprar 40 litros de azeite ou 2 300 ovos em meados do século XVII. Modelos idênticos começaram a ser cunhados em São Paulo cerca de dois anos depois, quando foi inaugurada a primeira fábrica de dinheiro do país, nos arredores do Pátio do Colégio. “Elas eram feitas com ouro extraído na região do Pico do Jaraguá”, diz Alfredo Gallas, que escreveu com Fernanda Disperati A Casa da Moeda de São Paulo, a Primeira do Brasil, e os Meios de Pagamento Emitidos Nessa Cidade. O lançamento da obra será na quinta (4), durante o VI Congresso Latino-Americano de Numismática, no Hotel Ca’d’Oro (3333-7004).

Fonte: Veja São Paulo

Anúncios