Archive for the ‘ Lazer ’ Category

EXCLUSIVO: Fotos do projeto Expo São Paulo

O BLOG DO JARAGUÁ conseguiu, com exclusividade, fotos do projeto inicial do complexo EXPO SÃO PAULO. O mega empreendimento, localizado entre os bairros de Jaraguá e Pirituba terá sua construção dividida em quatro etapas, conforme post publicado em 13/01 aqui no Blog do Jaraguá (veja aqui).

Confira as fotos.

PAVILHÃO DE EXPOSIÇÕES 1

CENTRO DE CONVENÇÕES

SHOPPING CENTER

HOTÉIS 1 E 2

Agradecimento: SP Turis

null

Anúncios

Agenda 2012

No início de 2009 foi criado pela Prefeitura de São Paulo um programa de metas chamado de Agenda 2012. Esse programa tem como objetivo apontar as ações prioritárias da administração em cada uma das 31 subprefeituras existentes na cidade.

O programa, que possui 223 metas a serem cumpridas até o final da gestão do atual prefeito, teve expeciências similares em outros lugares do mundo, como Minneapolis (EUA), Barcelona (Espanha) e Bogotá (Colômbia) e tende a deixar a cidade mais justa, sustentável, criativa, empregadora, eficiente e inclusiva aos cidadãos. São Paulo foi a primeira cidade brasileira a aprovar um programa de metas como esse. E, segundo lei criada pelo governo federal, todas as metas devem ser de conhecimento da população, por isso foi criado pela prefeitura paulistana o site www.agenda2012.com.br onde todo cidadão pode acompanhar o andamento de cada uma das metas definidas.

Aqui no Blog do Jaraguá você fica sabendo quais foram essas metas criadas pela Subprefeitura Pirituba / Jaraguá para o distrito do Jaraguá.


– Ampliação do Programa Saúde da Família
– Atendimento a 100% das crianças cadastradas para vagas em pré-escola (3 a 5 anos)
– Implantação da jornada de seis horas nas EMEIs
– Implantação da jornada de sete horas nas EMEFs
– Implantação do ciclo de nove anos no Ensino Fundamental
– Atendimento a família no Programa de Urbanização de Favelas
– Atendimento a família no Programa de Regularização Fundiária


– Profissionalização do estudante por meio de ensino técnico


– Implantação de Posto de Coleta Voluntária de Material Reciclável em escolas, unidades de saúde e outros locais conveniados
– Implantação do Programa Pura (economia de água) em 100% das escolas

As ações acima são as apontadas diretamente ao distrito do Jaraguá, mas não significa que apenas essas ações serão tomadas no bairro. Outras metas são aplicáveis a todo município, além de outras que não foram regionalizadas por completo.

Farei aqui no blog posts regulares a respeito desse programa, mas é possível fazer o monitoramento diretamente do site criado pela prefeitura.

null

Prefeitura anuncia a construção de Centro de Exposições em terreno entre Jaraguá e Pirituba

O prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab, anunciou no dia 29/12 o projeto da construção de um moderno Parque de Exposições e Eventos em terreno de utilidade pública situado entre os bairros de Pirituba e Jaraguá.

Conforme noticiado pelo Blog do Jaraguá no final de 2008 (veja aqui), o terreno compreende uma área de mais de 4,9 milhões de metros quadrados e o projeto do complexo, batizado de Expo São Paulo, prevê a construção de três parques de exposições totalizando 420 mil m² com capacidade para 6 mil pessoas (será um dos três maiores do mundo), um centro de convenções, hotéis, uma arena multiuso, um shopping center, entre outras construções.

A oportunidade de construir o mega empreendimento não poderia vir em melhor hora. Hoje São Paulo sedia 75% das feiras de negócios realizadas no Brasil e é o 12º destino do mundo no que diz respeito a eventos internacionais. Segundo dados da SPTuris, São Paulo realiza um evento a cada seis minutos e uma feira de negócios a cada três dias. E seu maior centro de exposições, o Anhembi – localizado na Marginal Tietê – está com 80% da agenda lotada até 2016.

Para a construção do Pólo de Eventos, a Prefeitura e Governo de São Paulo trabalharão com o modelo PPP (Parceria Público Privada), onde a prefeitura ficaria responsável  pela elaboração e execução do projeto,  que poderá custar até R$6 bilhões e o governo ficaria a cargo de melhorias com a infraestrutura e o transporte no local. Uma das principais ações do Governo será a execução de um acesso de aproximadamente um quilômetro ligando a Rodovia dos Bandeirantes até as ruas do bairro, sem utilizar as vias internas já existentes.

O edital de licitação deve ficar pronto ainda esse semestre. O Centro de Convenções deve ficar pronto até 2014 para receber a convenção da FIFA para a Copa do Mundo, já todo o complexo deve ser concluído em 2020, ano em que São Paulo pretende sediar a Expo Mundial.

A obra deve ser desenvolvido em quatro etapas, conforme números abaixo:

1ª etapa:
– Um parque de exposições de 160 mil m² com estacionamento de 7.200 vagas
– Um centro de convenções de 60 mil m² com capacidade de 6.500 lugares e 3.400 vagas de estacionamento
– Um shopping center com 42 mil m² e 1.500 vagas para veículos
– Um centro de logística de 22.900 m²
– Dois hotéis com 540 quartos
– Uma área de exposições descoberta com 171 mil m²
* Nessa primeira fase do projeto, serão construídos a infraestrutura necessária (sistema viário, canalização de córregos, redes de água e esgoto) e um dos dois acessos previstos à Rodovia dos Bandeirantes.

2ª etapa:
– Um pavilhão de exposições de 120 mil m²
– Três edifícios comerciais que somam 83 pavimentos
– Um Hotel Convention Center com 560 quartos.

3ª etapa:
– Um pavilhão de exposições com 140 mil m²
– Dois edifícios comerciais com 25 pavimentos.

4ª etapa:
– Uma arena multiuso com capacidade para 20 mil pessoas e 10 mil vagas de estacionamento.

Fonte: Prefeitura de São Paulo / Governo do Estado de SP / SPTuris

null

Pico do Jaraguá no Mapa das Sensações de SP

Em pesquisa realizada com mais de 2,5 mil pessoas visitantes e moradoras da cidade de São Paulo, a SPTuris lançou no último dia 24 de novembro o Mapa das Sensações de São Paulo.

O Mapa das Sensações começou com a indicação dos entrevistados dos lugares da capital que remetessem a cada um dos 5 sentidos – Visão, Audição, Tato, Paladar e Olfato. Dessas indicações, 100 foram os mais citados e 20 os mais votados.

Na segunda etapa da pesquisa, os 20 lugares mais votados foram visitados por turistas que mediram suas sensações e através delas se formou o Mapa das Sensações, que traduz o que São Paulo tem de melhor.

O Parque Estadual do Jaraguá foi um dois mais votados pelos entrevistados e está na publicação – com tiragem inicial de 195 mil exemplares – que será entregue em táxis, hotéis, albergues e centrais de informações turísticas da cidade.

Conheça mais desse projeto pioneiro no Brasil, realizado pela SPTuris no site http://www.mapadassensacoes.com.br.

Fonte: Mapa das Sensações – SP Turis / Prefeitura de SP
null

Jaraguá ganha parque no Dia Mundial do Meio Ambiente

null

A Cidade de São Paulo foi homenageada, na última sexta-feira (05/06), com a inauguração dos parques Pinheirinho, em Jaraguá, o Tenente Brigadeiro Faria Lima, na Vila Maria, e o Vila do Rodeio, em Cidade Tiradentes.

No Dia Mundial do Meio Ambiente, a Prefeitura de São Paulo prestou homenagem à Cidade inaugurando três novos parques naturais: dois na Zona Norte (Jaraguá e Vila Maria) e outro na Zona Leste, em Cidade Tiradentes. O Parque Pinheirinho d’Água, com quase 300 mil m², foi entregue pelo prefeito de São Paulo, que vistoriou a área no Jaraguá, integrada ao loteamento City Jaraguá e ao conjunto habitacional da CDHU, onde vivem cerca de 30 mil pessoas.

Com o parque, a comunidade ganha, além de uma extensa área verde, um diversificado espaço de lazer, com quadras poliesportivas, de bocha, campos de futebol, churrasqueiras, pista de caminhada e espaços para lazer e atividades educacionais. A área será usada para formação de escolinhas de esporte, como a “Mais que Vencedor – Futebol e Cidadania”, com 160 crianças com idades entre 7 e 13 anos. Eles terão aulas de reciclagem, preservação ambiental, reforço para as disciplinas de português e matemática, além de noções de cidadania, orientação sexual e contra as drogas.

“No dia do Meio Ambiente, não há nada mais apropriado para a Prefeitura do que entregar três parques para a Cidade. O meio ambiente é nossa prioridade e estamos investindo muito nesse setor, o que nos possibilita inaugurar um local como este”, disse o prefeito, destacando em seguida que a meta da Prefeitura é entregar 100 parques até 2012, com a ampliação dos recursos para o setor, que vem ocorrendo de forma gradual.

Delimitado pelas Estradas do Corredor e de Taipas e pela avenida Amador Aguiar, o Parque Pinheirinho d’Água ocupa uma área que estava abandonada. Com a participação da comunidade, por meio da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, a Prefeitura elaborou o projeto de construção desse equipamento, privilegiando a proteção da área de vegetação natural, classificada como Área de Preservação Permanente (APP), e as nascentes que irrigam a região.

Além dos espaços para práticas esportivas e de lazer, o parque tem quatro conjuntos de sanitários e vestiários, prédio da administração e um prédio que abriga o Centro de Educação Ambiental. Nesse local, serão desenvolvidas atividades de formação e apoio educacional para a comunidade. Toda a área, formada por platôs interligados por trilhas e pontes de madeira, foi cercada para abrigar os equipamentos e as edificações.

“Com a entrega dos novos parques e dos demais que estão em curso, nós vamos sair de 15 milhões de metros quadrados de área protegida, em 2005, para chegar aos 70 milhões de metros quadrados em 2012. Isso representa uma decisão histórica da Prefeitura no investimento em áreas verdes na Cidade”, comemorou o secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente. Ele salientou que essas áreas serão preservadas e conservadas pela administração municipal, mas também podem ser adotadas pela iniciativa privada, por meio da lei Cidade Limpa, que prevê a celebração de parcerias, com base em termos de cooperação. Por esse mecanismo, os parceiros podem assumir tanto a administração das áreas como a realização de programas de atividades.

Fonte: Prefeitura de SP
Foto: João Luiz G. Silva/Secom

null

Trilhas de SP ganham guia com 40 atrações em 19 áreas protegidas


JULIANA VENTURA
da Revista da Hora

Quem gosta de fazer trilhas e praticar ecoturismo e não quer sair do Estado para achar um passeio legal não tem com o que se preocupar. Só o projeto Trilhas de São Paulo lista 40 trilhas, em 19 áreas protegidas, que estão em bom estado de conservação e dentro dos padrões de sinalização estabelecidos pela Fundação Florestal, da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

Há opções para quem não quer ir longe da capital e para quem pretende fazer uma visita mais longa ao interior ou ao litoral.

Lançado no ano passado, o programa ganhou mais um incentivo. Agora, o passaporte Trilhas de São Paulo –um guia que traz mapas e informações sobre os passeios– pode ser adquirido pela internet (intranet.seade.gov.br/publishop). São R$ 5 mais o frete. O livreto também pode ser comprado em qualquer parque e na sede da Secretaria do Meio Ambiente (mais informações na página www.ambiente.sp.gov.br).

Quem utiliza o passaporte (a taxa de entrada nos parques não está inclusa) ganha brindes. “A cada trilha, o livro, que divide as trilhas por graus de dificuldade, é carimbado”, explica Anna Carolina Lobo, uma das organizadoras do projeto. Ao completar o primeiro nível, o prêmio é um squeeze; já no nível médio, um porta-squeeze. Para o nível alto, o brinde é uma mochila. “Quem fizer tudo recebe uma camiseta feita com fibra de PET reciclado.”

O dinheiro arrecadado vai para o fundo de conservação dos parques. “Para o fim deste ano, está previsto o lançamento de um passaporte de trilhas subaquáticas.” Dos passeios do livro, dois estão suspensos: o rafting no rio Paraibuna, que deve voltar no segundo semestre, e a trilha do Corisco, sem previsão de retomada.

Cuidados

A recomendação antes de fazer qualquer trilha é prestar atenção ao nível de dificuldade. Quem não tem experiência ou sofre de problemas de saúde deve fazer uma avaliação médica. Uma boa dica de segurança é andar sempre em grupos, principalmente nas trilhas mais difíceis, e procurar a orientação de um monitor. Segundo os parques, ligar antes para saber condições climáticas e restrições é recomendável.

Para caminhar nos arredores da capital

Trilha do Pai Zé (nível de dificuldade alto)
Extensão: 3,6 km (ida e volta)
O que ver: ponto mais alto da cidade de São Paulo
Diariamente, das 7h às 16h30. No Parque Estadual do Jaraguá (r. Antonio Cardoso Nogueira, 539, São Paulo, tel. 0/xx/11 3945-4532). Há o limite de 45 pessoas. Grátis.

Adaptação da Folha Online. [Clique para saber as demais atrações].

Jaraguá abrigará ‘novo Anhembi’

A primeira publicação a respeito do ‘novo Anhembi’ em São Paulo foi feita em janeiro, pelo jornal O Estado de S. Paulo. Um novo complexo que abrigará grandes shows e eventos na cidade de São Paulo pode ser construído no bairro do Jaraguá.

Esse complexo, 12 vezes maior que o Parque do Anhembi em Santana, foi decretado de utilidade pública para desapropriação. O terreno possui 4,9 milhões de metros quadrados, porém 1 milhão de m² desse espaço não pode ser utilizado já que é designado como local de preservação da mata.

Um projeto do pólo de eventos e de uma arena multioso para aproximadamente 40 mil pessoas está sendo elaborado pela Empresa Municipal de Urbanização (Emurb) e o dinheiro a ser investido no local deve vir de uma parceria público-privada.

A proximidade com o Rodoanel e com a Rodovia dos Bandeirantes são dois pontos fundamentais para a escolha do local. Além de ser próximo das estações Jaraguá e Vila Clarice da CPTM. No local pretende-se ainda a realização de grandes eventos ligados ao turismo de São Paulo no período da Copa 2014. Com a construção desse centro de exposições e do espaço multiuso, viriam também grandes investimentos para o Jaraguá e região com investimentos em urbanização e transporte.

Clique aqui e veja no Google Maps a localização do terreno.

Anúncios